quarta-feira, 18 de abril de 2012

Torta de Creme, Banana e Manteiga de Amendoim


Olás!
Desde a páscoa ando em uma crise criativa da brava: são receitas que desandam, fotos que ficam sem luz [parece que as nuvens combinam de cobrir o sol toda vez que eu ligo a câmera], brancos na hora de escrever. Apesar disso tudo, essa receita de Torta de Creme, Banana e Manteiga de Amendoim ficou tão gostosa que eu tinha que postar! Parecida com a torta de creme e banana tradicional, essa versão ganha duas camadas extras de sabor [e de gordice, claro]: o chocolate derretido no fundo, que mantem a massa crocante, protegendo-a da umidade do recheio, e a manteiga de amendoim cremosa que envolve as fatias de banana sob o creme e faz toda a diferença. Delícia é pouco, né? Falando em fazer a diferença, o licor de banana é opcional no preparo do creme, mas dá um sabor 'abananado' incrível! [e você não precisa comprar a garrafa toda, né? Compra uma dose em um bar bacaninha e leva para casa - eu faço assim]. A torta leva ainda uma cobertura de chantilly e a receita sugere uma calda quente de chocolate que eu até fiz, mas achei perfeitamente dispensável [ela esconde o sabor da manteiga de amendoim, na minha opinião].
Então o meu remédio para crise criativa [e crise conjugal e crise mundial e qualquer outra crise] é esse: uma bela fatia de torta de banana e um copo de leite gelado. É tiro e queda, pode confiar! 

PS: usei manteiga de amendoim importada, que é mais saborosa e menos pálida que as nacionais. Não são difíceis de achar, e a minha veio da Bless Importados [www.blessimportados.com.br, passa lá que está cheio de delicias e produtos difíceis de encontrar!].


Torta de Creme, Banana e Manteiga de Amendoim
[receita retirada daqui, rende uma torta de 22cm de diâmetro]

Para a massa: você vai precisar de uma receita de dessa massa [clique aqui].

Para o creme:
1/4 de xícara de licor de banana [use a mesma medida de água se preferir não usar o licor];
3 e 1/2 colheres de chá de gelatina sem sabor em pó, incolor [é usada para o creme "firmar". Você pode reduzir um pouco essa quantidade se preferir um creme mais molinho];
1/2 fava de baunilha [usei da Bourbon Madagascar, que ganhei da Bless Importados];
2 e 3/4 xícaras de leite integral;
4 gemas de ovo;
3/4 de xícara de açúcar;
3 colheres de sopa de amido de milho.

Para montar:
90g de chocolate meio amargo derretido;
1/4 de xícara de manteiga de amendoim do tipo Creamy [usei da marca MagicTime, que ganhei da Bless Importados];
3 ou 4 bananas fatiadas em rodelas [para rechear e decorar];
Algumas gotas de suco de limão.

Para cobrir:
1 e 1/4 xícaras de creme de leite fresco gelado;
6 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro;
1 colher de chá de extrato de baunilha.

Preparo da massa: 
Preaqueça o forno a 180 graus.
Prepare a massa como indicado no link, e com ela forre o fundo e as laterais de uma fôrma para tortas de 22cm de diâmetro. Faça furos na massa com um garfo, cubra totalmente com uma folha de papel alumínio e encha com algum peso [com feijões dá certinho]. Coloque a fôrma dentro de uma assadeira retangular e leve ao forno por 20 minutos. 
Retire os feijões e o papel alumínio e asse por mais uns 10 minutos até dourar.
Reserve.

Preparo do creme:
Coloque o licor de banana em uma panelinha e salpique a gelatina sem sabor. Deixe hidratar por 5 minutos.
Leve a panelinha ao fogo baixo apenas para amornar o licor e dissolver a gelatina, mexendo com uma colher. Reserve.
Em uma panela média leve o leite a fava de baunilha [raspe as sementes com uma faquinha e adicione também ao leite] ao fogo até ferver. Remova a panela do fogo, tampe e deixe descansar enquanto bate as gemas.
Bata as gemas e o açúcar em uma tigela média, usando um fouet, por uns 4 minutos. Adicione o amido de milho e misture até ficar homogêneo. A essa mistura de gemas adicione, devagar, metade do leite fervido e quente, mexendo sem parar para que as gemas não cozinhem. Junte essa mistura ao resto do leite, na panela, e leve ao fogo médio, mexendo sempre, por mais 5 minutos, até engrossar. Retire a mistura do fogo, retire a fava de baunilha e incorpore a mistura de gelatina e licor. Cubra com um filme plástico, rente à superfície do creme [para não formar aquela película] e deixe esfriar completamente, por meia hora.

Para a montagem:
Pingue algumas gotas de suco de limão sobre as fatias de banana e misture com cuidado [assim ela não vão escurecer]. Reserve.
Pincele o chocolate derretido sobre o fundo e as laterais da massa de torta já fria, formando uma camada fina. Leve à geladeira por 15 minutos, até secar. 
Espalhe a manteiga de amendoim sobre o fundo da torta, e sobre espalhe uma camada de fatias de banana. Cubra com o creme, já frio, e espalhe sobre ele mais uma camada de rodelas banana. Cubra com filme plástico e reserve na geladeira.

Na hora de servir: 
Bata o creme de leite fresco bem gelado, na batedeira, até formar picos suaves. Adicione o açúcar, às colheradas, e a baunilha, e bata até incorporar [não bata demais].
Cubra a torta com o creme chantilly, espalhe as fatias de banana restantes por cima et voilà!
Você ainda pode decorar a torta com amendoins torrados e servir com calda de chocolate.



terça-feira, 3 de abril de 2012

Uma Torta de Mirtilos...


Olás,
eu já contei aqui que sábados são meus dias favoritos, né? Eu acordo sem despertador, faço uma faxina básica, tomo banho e, quando é quase hora do almoço, começo a pesquisar qual será a receita para o fim de semana. Normalmente lá pelas 3 da tarde a sobremesa escolhida já está pronta para ser fotografada [nesse horário bate uma luz bacana aqui, boa para fotos] e o post da semana fica assim, só esperando o texto para a publicação. Acontece que no fim de semana passado fiquei sem internet [onde geralmente pesquiso as receitas daqui] e tive que trabalhar no sábado [e no domingo]. E é por isso que, ao invés de uma elaborada sobremesa de Páscoa, estou começando a semana com uma nada original e básica, porém saborosa, receita de torta de mirtilos. Vai bem com sorvete de baunilha, creme de lite batido e filme antigo no final de semana ;)
A receita abaixo rende uma torta grande, mas optei por fazer meia receita [agora só estamos morando em dois, sabe?] e aproveitei para estrear essa travessa refratária que ganhei do pessoal da Canele Store, perfeita para porções menores!  



Torta de Mirtilos 
[para uma torta de 22cm de diâmetro, receita retirada do livro 500 Pies & Tarts]

Para a massa:
2 xícaras de farinha de trigo;
1 colher de chá de canela em pó;
1/4 da colher de chá de sal;
1/2 xícara de gordura vegetal gelada, picada em quadradinhos;
1/2 xícara de manteiga sem sal gelada, picada em quadradinhos;
1 ovo;
2 colheres de chá de vinagre branco;
2 colheres de sopa de água gelada.

Açúcar para polvilhar.

Para o recheio:
3/4 da xícara de açúcar mascavo claro, apertado na xícara;
1 colher de sopa de suco de limão;
1/2 colher de chá de canela em pó;
1/4 de xícara de farinha de trigo;
4 xícaras de mirtilos, frescos ou congelados;
1 colher se sopa de manteiga.

Preparando a massa:
Combine a farinha, o sal e a canela em uma tigela. Adicione a gordura vegetal e a manteiga e amasse com as pontas dos dedos até ficar com textura de farofa grossa. Em uma tigelinha, bata levemente com um garfo o ovo, o vinagre e a água gelada. Adicione essa mistura aos poucos à mistura de farinha e manteiga, amassando o mínimo, somente até conseguir formar uma bola com a massa. Divida essa bola em dois discos, embrulhe em filme plástico e deixe na geladeira por 2 horas.
Preaqueça o forno em 200 graus.
Faça o recheio: em uma tigela misture o açúcar, o suco de limão, a canela e a farinha. Adicione os mirtilos e misture-os com cuidado, até que fique recobertos. Reserve.
Abra um dos discos de massa, com o rolo e sobre uma bancada enfarinhada, e cubra o fundo e laterais de uma fôrma para tortas de 22cm de diâmetro. Recheie a massa com a mistura de mirtilos e espalhe a manteiga por cima. Reserve na geladeira.
Abra o outro disco de massa até conseguir uma espessura de 0.5cm. Corte tiras de uns 25cm de comprimento. Retire a torta da geladeira, pincele as bordas da massa com água e faça um trançado com as tiras, sobre o recheio, aparando e apertando as pontas nas bordas.
Polvilhe açúcar e leve ao forno por 30 minutos. Abaixe o forno para 170 graus e asse por mais 30 minutos ou até o trançado ganhar um tom bem dourado. Retire do forno, deixe esfriar por 1 hora e sirva.