quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Slab Pie de Cerejas ou a minha torta preferida!



Olás, tudo bem?
As festas de final de ano já estão no fim e é triste que vou dando adeus a framboesas frescas, romãs enormes, amoras e cerejas, produtos que por aqui só aparecem nessa época. É claro que aproveito sempre para fazer um pequeno estoque no freezer, mas congelado não é a mesma coisa, né?
Cerejas, por exemplo, não comprei para estocar. É que cerejas congeladas perdem o vermelho vivo e ficam com um suco meio âmbar, meio vermelho caramelado, que não gosto. Em compensação, fiz três tortas de cereja fresca nesse Dezembro, e como a prática leva à perfeição, percebi que, pelo menos por agora, essa Slab Pie de cerejas é minha torta americana preferida! 
Ultimamente tenho defendido o formato da Slab Pie, mais baixo e largo, como ideal para torta de frutas - as fatias são mais fáceis de cortar e o recheio não desmorona no prato. Além disso, a proporção de massa em relação a recheio aumenta um pouco, e essa massa é tão boa que merece aparecer mais. O segredo, aliás, é assar a torta por pelo menos 20 minutos na prateleira mais baixa do forno, próxima à fonte de calor, assim a base tosta e fica crocante [porque ninguém merece torta com massa crua, né?].
Quanto ao recheio, as cerejas inteiras e sem caroço vão para a panela com suco de laranja, raspas, amido, açúcar e especiarias, apenas o suficiente para ativar o amido. É um passo opcional na receita, mas eu gosto porque evita que a massa encharque no forno, enquanto o recheio cozinha. O resultado é uma geléia rubi, perfumada, cheia de cerejas inteiras, ainda levemente firmes.
E como a massa é bem neutra e o recheio não muito doce, gosto de cobrir a torta com uma mistura de açúcar de confeiteiro, água e baunilha, que fica quebradiça e dá um toque doce. Opcional, mas não totalmente dispensável.
Então aproveite as cerejas e faça essa torta em casa! Ah, e logo após o Ano Novo elas costumam baratear, fica de olho! ;)
Espero que gostem!

Esqueci, para variar: dia 23 de Dezembro A Cozinha Coletiva completou 7 anos no ar, dá para acreditar?! Obrigado a todos os leitores que vem me acompanhando nesse período, vocês me dão muitas alegrias! :)


Slab Pie de Cerejas - minha torta preferida!
[rende uma torta de 28x18cm e 3cm de altura]

Para a massa:
3 xícaras de farinha de trigo;
1 colher de chá de sal;
1 colher de sopa de açúcar;
120g de manteiga sem sal gelada, em cubinhos;
120g de gordura vegetal gelada, em cubinhos;
1 xícara de água gelada com cubos de gelo;
2 colheres de sopa de vinagre branco.

Para o recheio:
1kg de cerejas doces frescas;
Suco de 2 laranjas;
Raspas da casca de 1 laranja;
4 colheres de sopa de suco de limão;
1/2 xícara de açúcar [você pode ir colocando aos poucos e provando, até o doce ficar ao seu gosto];
3 colheres de sopa de amido de milho;
1 pitada de canela em pó;
1 colher de sopa de licor de amêndoas.

Para a montagem:
2 colheres de farinha de trigo misturadas a 2 colheres de açúcar, para polvilhar;
1 gema batida com 1 colher de sopa de água, para pincelar;
Açúcar demerara ou cristal, para polvilhar.

Cobertura: 
3/4 de xícara de açúcar de confeiteiro;
2 colheres de sopa de água;
Uma ponta de colher de chá de extrato de baunilha.

Preparo da massa:
Em uma tigela grande misture a farinha, o sal e o açúcar. Adicione os cubinhos de manteiga e gordura e amasse, usando as pontas dos dedos, até formar uma farofa com textura de areia úmida. 
Junte as colheradas de vinagre na xícara de água com gelo, misture e vá adicionando 2 colheres de sopa dessa mistura à farofa úmida, amassando apenas o suficiente para formar uma bola de massa - geralmente é preciso umas 6 colheres de sopa desse líquido. Descarte o que não usar do líquido.
Divida a bola de massa em duas partes, uma levemente maior. Forme um disco com cada parte, envolva-os em filme plástico e leve para a geladeira por pelo menos uma hora.

Prepare o recheio:
Lave as cerejas, seque-as e retire cabinhos e caroços.
Em uma panela grande coloque as cerejas mais todos os outros ingredientes, menos o licor. Leve ao fogo médio, mexendo sem parar. Assim que começar a ferver apague o fogo, passe o recheio para uma tigela, junte o licor e misture bem. Deixe esfriar completamente antes de usar.

Montando a torta:
Preaqueça o forno a 210 graus. Coloque a grade do forno no apoio mais baixo, e sobre ela uma fôrma de apoio ou uma pedra de forno, se você tiver - a proximidade com o calor e uma base quente farão com que a base da torta asse perfeitamente.

Retire o disco maior de massa da geladeira, abra-o com o rolo, sobre uma superfície limpa e enfarinhada, até conseguir um retângulo de aproximadamente 32x22cm. Cubra os fundos e as laterais da fôrma com essa massa, cortando os excessos com a tesoura, mas mantendo uma sobra de uns 2 cm além da borda da fôrma.
Mantenha a fôrma preparada na geladeira enquanto você abre o segundo disco de massa sobre a superfície enfarinhada, até conseguir um retângulo de uns 30x20cm de espessura de 0,5cm. Corte 8 fatias da massa, de mais ou menos 4cm de largura cada uma.
Reserve a fôrma com a massa e as tiras na geladeira por 10 minutos.

Retire a fôrma preparada da geladeira e polvilhe uma camada fina da mistura de farinha e açúcar.
Por cima distribua o recheio, completamente frio.
Pincele as bordas da massa com água e sobre a torta trance as tiras de massa que você preparou. Esse vídeo [clique aqui para o video] mostra como se faz isso.
Aperte as pontas das tiras trançadas sobre as bordas da massa, para colar, corte os excessos e decore  as bordas apertando com os dedos ou pressionando com um garfo.
Reserve a torta montada no freezer por 10 minutos, antes de levar ao forno.

Pincele a torta com o ovo batido, polvilhe açúcar demerara e leve ao forno por 25 minutos. Então abaixe a temperatura para 190 graus, passe a torta para a gradinha do meio do forno e asse por mais 25 minutos, até a massa ficar bem dourada e o recheio borbulhar por entre o trançado.
Cubra as bordas da torta com papel alumínio, caso estejam dourando rápido demais, no forno.

Retire a torta do forno e deixe esfriar sobre uma grade.

Prepare a cobertura:
Em uma tigelinha bata o açúcar com a água e a baunilha até formar uma calda bem grossa. Com uma colher faça riscos da cobertura sobre toda a torta.

Deixe a torta descansar por 2 horas antes de cortar.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Bolo Mágico {Magic Custard Cake} de Chocolate


Olás, tudo bem?
Faz um bom tempo que vi esse bolo em um blog gringo, primeiro na versão creme e depois de chocolate. Salvei logo o blog nos meus Favoritos, com a idéia de logo testar a receita, mas toda vez que resolvia fazê-la, me lembrava de um pequeno [literalmente] detalhe: o bolo pede fôrma quadrada pequena, de 20x20cm, e eu não tinha nem queria dobrar a receita assim de primeira, sem nunca ter testado, para usar uma fôrma maior. 
Semana passada, procurando outra receita nos favoritos, lembrei desse bolo. E agora eu já tinha uma fôrma pequena, ideal! Como tinha todos os ingredientes em casa e como o preparo é realmente bem simples, com pouco mais de uma hora eu tinha o bolo pronto, esfriando. 
Bom, na hora de cortar é claro que eu estava super desconfiado, né? A foto do site era linda, certinha,  quase um cubo perfeito em forma de pedaço de bolo, mas as vezes essas fotos merecem uma nota de 'meramente ilustrativa', tamanho a diferença do resultado, mesmo seguindo o passo a passo direitinho. Imagina a minha cara de espanto/surpresa/alegria quando, cortado o primeiro pedaço, vi que o bolo estava realmente como o da foto, com um aroma de chocolate de deixar a gente tonto e camadas perfeitas: a superior com textura de bolo mesmo, a intermediária, mais fina, com textura cremosa e a da base com textura de pudim de chocolate. Lindo! E acabou rapidinho, viu?
Espero que gostem!


Bolo Mágico {Magic Custard Cake} de Chocolate
[receita retirada daqui, rende um bolo de 20x20cm de diâmetro e 4 cm de altura]

Ingredientes:
1/2 xícara [110g] de manteiga sem sal;
2 e 1/2 xícaras [600ml] de leite integral, morno;
1 xícara [115g] de farinha de trigo;
1/2 xícara [45g] de cacau em pó;
4 claras;
4 gotinhas de vinagre branco;
4 gemas;
1 e 3/4 [210g] de açúcar de confeiteiro;
2 colheres de sopa [30ml] de café espresso sem açúcar [ou café bem forte];
1 colher de chá de extrato de baunilha.

Açúcar impalpável [ou de confeiteiro] para polvilhar. 
Morangos ou framboesas [porque são lindas! haha] para decorar.

Preparo: 
[você pode usar batedeira ou fazer as etapas à mão. Eu fiz sem batedeira, só com fouet]
Preaqueça o forno a 160 graus. Unte com manteiga uma fôrma quadrada de 20x20x4cm. Reserve.
Derreta a manteiga e reserve, para esfriar. Amorne o leite e reserve também.
Em uma tigela misture a farinha e o cacau, até ficar homogêneo. Reserve.
Em outra tigela, bata as claras em neve com o vinagre até conseguir picos firmes. Reserve.
Em outra tigela bata as gemas com o açúcar até conseguir uma gemada leve e clara. Junte a manteiga derretida fria, o café espresso e a baunilha e bata por dois minutos, até ficar homogêneo.
Junte a mistura de farinha e cacau e bata até incorporar.
Junte o leite e misture delicadamente até a massa ficar homogênea.
Gentilmente misture as claras em neve, um terço por vez, misturando sem bater com uma colher grande e fazendo movimentos de baixo para cima.
Passe a massa para a fôrma e asse por 50 a 60 minutos, ou até que balançando levemente a fôrma você perceba que o bolo também balança, mas mais como gelatina do que como líquido. Enfim, parece uma descrição estranha mas você vai entender.
Deixe o bolo esfriar completamente.
Polvilhe o bolo com açúcar impalpável e corte em quadrados. Sirva em temperatura ambiente acompanhado de frutas vermelhas.