terça-feira, 6 de outubro de 2015

Pavlova {incrível!} de Laranja e Amora



Olás, tudo bem?

Você já viu aquele reality show de confeitaria do SBT?  De vez em quando eu vejo, confesso. Acho engraçado o contraste entre os equipamentos de qualidade [KitchenAid desde batedeiras às fôrmas de bolo] e a cenografia pastel no mais brega estilo 'menina brincando de chá com as bonecas' que, aliás, parece ser uma constante nos programas de confeitaria brasileiros [haja vista aquele 'Que Seja Doce' e 'A Confeitaria', da TV paga]. Freud explica.
Esse não é o tema do post, mas a verdade é que acho o programa bem mal feito: umas provas que parecem escolhidas ao léu, e candidatos que na maioria parecem não saber o que estão fazendo. Sem falar o anunciante, que obriga todo mundo a só usar margarina. Mas enfim, só estou falando disso porque uma das provas que assisti era fazer uma Pavlova. E ninguém conseguiu.
Pois é, Pavlovas são chatas mesmo. E não por serem difíceis, mas por exigirem um bom equipamento. Eu explico: é muito mais fácil [e garantido] assar uma Pavlova num forno que distribua calor por igual e que indique por termostato a temperatura interna real do que naqueles fornos de fogão comum que douram mais no fundo que na frente e que mal e mal indicam por escrito a temperatura no botão, isso quando não por uma escala de símbolos de fogo mais alto/menos alto. E ainda por cima com uma colher de pau na porta para mantê-la entreaberta, já que a maioria desses fornos não tem temperaturas menores que 150 graus. 
Veja bem, eu não estou falando que num fogão comum é impossível fazer Pavlova. Pelo contrário, uma das mais bonitas que já vi foi assada naqueles fogões branquinhos, super básicos. É que nesse caso é preciso conhecer muito bem o seu forno. 
E se você não é uma avó que usou o mesmo fogão por 30 anos sabe todas as manhas dele, um termômetro de forno pode salvar sua vida - ele não é caro e indica exatamente o que está acontecendo lá dentro do seu forno, o que significa que você pode testar [alterando as temperaturas, mantendo ou não a porta entreaberta, forrando o 'piso' do forno com uma assadeira grande para segurar um pouco o calor] e descobrir como conseguir uma temperatura baixa e constante no seu forno. Fica a dica!
Resolvendo o problema da temperatura, o resto é fácil: é bater o merengue, juntar o vinagre e o amido e esquecer a Pavlova no forno por mais de uma hora [sem abrir pra olhar].
Dessa vez eu fiz a minha quadrada, e a combinação de laranjas e amoras bem ácidas com creme chantilly e o suspiro doce dentro ficou muito muito boa! Sério, já fiz Palvova umas seis vezes e essa é, de longe, a mais equilibrada. Espero que vocês gostem!


Pavlova de Laranja e Amora

Ingredientes para o suspiro:
4 claras em temperatura ambiente;
1 xícara de açúcar refinado;
1 colher de sopa de amido de milho;
1 colher de chá de vinagre branco;
Raspas da casca de 1/2 laranja.

Ingredientes para o coulis de amora:
150g de amoras, frescas ou descongeladas;
3 colheres de sopa de açúcar refinado. 

Ingredientes para o creme chantilly:
1 xícara [250ml] de creme de leite fresco bem gelado;
2 colheres de sopa de açúcar refinado;
1/2 colher de chá de extrato de baunilha.

Para cobrir:
Gomos de 2 ou 3 laranjas;
150g de amoras frescas.

Prepare o suspiro:
Preaqueça o forno a 120 graus.
Misture bem o açúcar com as raspas de laranja, pressionando para que as raspas liberem todo seu aroma.
Na batedeira, em velocidade alta, bata as claras em neve até conseguir picos moles. Com a batedeira ligada adicione o açúcar com as raspas e bata até conseguir um merengue de picos firmes, branco e brilhante.
Fora da batedeira, adicione o amido e o vinagre, e misture com uma espátula.

Cubra uma assadeira retangular grande com uma folha de papel manteiga [use um pouquinho do merengue para 'colar' a folha na assadeira].
Espalhe o merengue sobre o papel manteiga, formando um retângulo de mais ou menos 25x15, cuidando para que as bordas fiquem levemente mais altas que o meio do retângulo.
Leve ao forno a 120 graus por 1 hora e 20 minutos, ou até que o suspiro fique com a casca dura e opaca.
Apague o fogo  deixe o suspiro esfriar completamente dentro do forno.

Enquanto isso, prepare o coulis de amora:
No liquidificador ou processador bata as amoras mais o açúcar até formar uma calda. Reserve.

Prepare o creme chantilly:
Na batedeira ou com um fouet bata o creme de leite fresco bem gelado até conseguir picos moles. Adicione o açúcar e a baunilha e continue batendo até conseguir picos mais duros. Reserve na geladeira até o momento da montagem.

Na hora de servir, monte a plavlova:
Adicione metade do coulis de amoras ao chantilly,  misturando delicadamente para que o creme fique 'marmorizado'.
Com muito cuidado, desgrude o suspiro frio da folha de papel manteiga e passe para o prato de servir.
Sobre ele, espalhe o creme chantilly preparado.
Por cima do chantilly espalhe os gomos de laranja e as amoras frescas, e por cima das frutas distribua o restante do coulis.

Sirva imediatamente.

23 comentários:

  1. Incrivel mesmo!! Que apresentação fantástica!! deve estar muito boa!!

    www.sotaodaverdinha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Que lindo, deve estar super delicioso. Tenho de fazer ca em casa.

    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça sim, Filipa! E depois me conta o que você achou ;)

      Bjo e mto obrigado!

      Excluir
  3. Fazia tempo que não passava aqui e hoje tô aqui e me senti desafiada a fazer esta pavlova que está incrível! E quanto ao programa da tv também tenho a mesma impressão, assisti uma vez e não gostei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria de Lourdes, que bom que apareceu novamente! :)
      Faça sim, é simples, na verdade: é só controlar a temperatura e a vontade de abrir o forno..rs

      Abraço e mto obrigado!

      Excluir
  4. Oi Richie, o que falar não é? Tô de quatro, de cinco...vc me desregula toda!!!! Sua última pavlova quase me convenceu mas acho que desta vez vou fundo!! Sobre o programa dando minha modesta opinião, acho que selecionaram os "confeiteiros" em uma loja de sapatos...beijossss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que você deveria tentar sim, Katia! hahaha QUe bom que gostou, mto obrigado!
      Eu não sei como selecionaram os candidatos.. não vi nada antes de o programa começar.
      bjo!

      Excluir
  5. Que delícia de sobremesa.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://www.receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/10/aproveitamento-arroz-de-pato-gratinado.html

    ResponderExcluir
  6. Nossa que lindo!!! Sempre quis experimentar essa sobremesa! Uma pergunta...será que dá certo fazer num forninho elétrico?
    bjooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patrici,a mto obrigado! Olha, meu forno é elétrico. Normalmente são melhores que fornos a gás na estabilidade do calor. Se o seu chegar na temperatura indicada na receita e couber a assadeira dentro, acho que vai dar certinho!
      bjo!

      Excluir
  7. Richie, vc tem um dom, estou sem palavras diante dessa maravilha! Pela enésima vez, parabéns!!
    ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bondade sua, Cristina! Mas sabe, dessa sobremesa fiquei orgulhoso mesmo: os sabores combinam mto bem, e fica bonita visualmente, né?!

      Bjo e mto obrigado!

      Excluir
  8. Esse programa é a versão brasileira do " the great British bake off", vc conhece? Vale a pena ver, é bem legal. O cenário é o mesmo para todos, uma tenda montada no campo com essa decoração meio pastel, acho que é para remeter a um tema campestre britânico. De qualquer maneira é gritante a diferença de nível entre os confeiteiros amadores do programa original e o brasileiro, que é claramente inferior, ninguém sabe fazer nada, péssimo. Ah, sua pavlova parece ótima!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vivi, a versão original eu nunca vi! Nunca sabia certinho em que canal passava..rs. Esperemos que se houver uma segunda temporada, que seja mais preparada que essa [no Master Chef deu para ver uma tremenda melhora na segunda temperada, né?].
      Mas eu continuo não gostando da cenografia pastel..rs.

      Abraço, e muito obrigado!

      Excluir
  9. Vi essas receita esses dias num programa de tv do SBT. Estou louca para provar! Bjs

    www.exitandosemh.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a esse programa mesmo que me refiro no texto, Danyela! Bjo e mto obrigado!

      Excluir
  10. Parabéns pelo blog! As fotografias são encantadoras e as receitas maravilhosas. Esta pavlova está deliciosa.
    bjns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom que gostou! Mto obrigado pela visita e pelo comentário! |:D
      bjo!

      Excluir
  11. Ah, que receita mais bonita! Sempre quis fazer pavlova mas ficava com medo por causa do meu forno (já me deu um bailee,assando mais de um lado que outro, levando quase 1h30 pra assar um bolo simples!!)
    Agora que comprei um forno elétrico e ele atinge temperaturas mais baixas vou arriscar!
    Conheci o blog a pouco tempo e tenho achado de uma lindeza!.. Parabéns

    bjs

    ResponderExcluir
  12. Essa é uma das receitas que penso "um dia vou fazer só pra dizer que já fiz", meio redundante, mas é verdade.rs
    Acho "complexa" quando não se tem todos os materiais ou o forno não é lá dos melhores.
    Mas tenho que admitir que é fica uma receita belíssima.

    Obs: Onde vc costuma comprar utensílios -online- para cozinha? Em especial formas... Obrigada

    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Já fiz pavlova umas duas vezes. Fica tudo certinho, mas nas duas tentativas elas ficaram cheias de bolhas. Como se o ar que o merengue incorporou tivesse saindo durante o tempo no forno. Será que vc sabe o que fiz de errado?

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós ;P