Tortinhas {Hand Pies} de Pêssegos


Olás, tudo bem?
Primeiramente, desculpe pelo hiato nesse mês de Outubro. Ando trabalhando bastante e, como autônomo, preciso aproveitar quando a demanda de trabalho é grande porque vai chegando o final do ano e ninguém constrói/ reforma nas férias, então é bom compensar os meses de pouca procura.
Mas não foi só por trabalho que andei sem postar. Tive uma maré de desastres culinários por aqui. Sabe quando nada dá realmente certo? Pois é, bem por aí. Sem contar os muitos dias nublados, péssimos para fotografar.
Acontece, né?
Mas receita de hoje veio de pequenas inspirações que tive na semana passada. Pra começar, meu cunhado veio me perguntar se dava para fazer tortinhas com pêssegos ao invés de maçã. Depois fomos tomar um sorvete de nata realmente muito bom que fazem por aqui e minha mãe comentou que faltava "uma tortinha daquelas pequenas, de maçã" e ainda quente para a sobremesa ficar perfeita. Por último, fui comprar verdura na mini-feirinha e lá estavam os pêssegos nacionais, pequeninos mas bem amarelos, em destaque na banca. Dava pra sentir o cheiro de longe, não tinha como não levar! Geralmente os pêssegos nacionais são deixados de lado ante os importados, grandões e vistosos, mas já comprei tanto pêssego caro, bonitão e que por dentro tinha gosto e textura de isopor que nem me engano mais! 
Cheguei em casa com uma sacola de pêssegos, descasquei tudo com uma faquinha de frutas afiada [prefiro assim do que mergulha-los em água fervente - o pêssego nacional é pequeno e cozinha muito rápido], juntei açúcar, amido e meus temperos favoritos e deixei criar suco. Eu gosto de adicionar um pouco de extrato ou pasta de amêndoas, cardamomo e um bocadinho cuidadoso de água de flor de laranjeira, que são sabores que para mim vão muito bem com o do pêssego. Depois levei ao fogo só para ativar o amido e, enquanto o recheio esfriava, preparei a massa. Foi tudo para a geladeira e no dia seguinte montei as tortinhas, no formato de meias-luas. Assei a primeira fornada e não sobrou nada nem para contar a história! Até quem torce o nariz para pêssegos acabou gostando! 
No final de semana repetimos a fornada e compramos o tal sorvete de nata para acompanhar - ficou mais-que-perfeito! Recomendo, muito!
Bom, aqui no blog tem uma "tradição" curiosa: as receitas que levam pêssegos, coincidentemente ou não, são as menos visitadas de todas. Espero que essa mude esse ranking! E espero que vocês gostem :)


Tortinhas Individuais {Hand Pies} de Pêssegos

Para a massa:
360g de farinha de trigo;
1 colher de chá de sal;
2 colheres de sopa de açúcar refinado;
120g de manteiga sem sal bem gelada, cortada em cubinhos;
120g de gordura vegetal bem gelada, cortada em cubinhos;
120g de água bem gelada;
1 colher de sopa de vinagre de maçã.

1 clara misturada a 2 colheres de sopa de água, para fechar as tortinhas.
1 gema misturada a 2 colheres de sopa de água, para pincelar as tortinhas.
Açúcar demerara ou cristal, para polvilhar.

Para o recheio:
Cerca de 14 pêssegos  nacionais [o pêssego nacional é pequeno, se for usar o importado pode reduzir para uns 9] maduros, sem caroço, descascados e cortados em fatias grossas;
Suco de 2 limões;
3/4 de xícara de açúcar refinado;
2 colheres de sopa de amido de milho;
1/2 colher de chá de gengibre em pó;
1/2 colher de chá de noz moscada ralada na hora;
1/2 colher de chá de cardamomo moído ou umas 3 favas amassadas;
1/2 colher de sopa de canela em pó;
1/2 colher de sopa de extrato de baunilha;
1/2 colher de chá de água de flor de laranjeira [opcional];
1/2 colher de sopa de pasta de amêndoas [opcional].

Glacê de cobertura: [opcional]
1 xícara de açúcar impalpável;
3 colheres de sopa de suco de limão.

Prepare a massa:
Em uma tigela grande misture a farinha, o sal e o açúcar. Junte a manteiga e a gordura vegetal bem geladas e amasse, usando as pontas dos dedos, até formar uma farofa grossa e úmida. 
Misture o vinagre à água gelada e adicione à massa, aos poucos, amassando rápido, apenas o suficiente para conseguir formar uma bola de massa. Forme um disco com a massa, envolva em filme plástico e reserve na geladeira por pelo menos uma hora.
Dá para fazer a massa no processador, se preferir, sempre usando o botão "pulsar" para não bater demais.

Prepare o recheio:
Em uma panela misture as fatias de pêssegos e o suco de limão.  Junte o açúcar, as maçãs, o amido e as especiarias e misture bem. Reserve por pelo menos meia hora, para os pêssegos liberarem o suco.
Leve a panela ao fogo médio, mexendo sempre por 5 a 7 minutos, apenas até ativar o amido. Você vai perceber que o amido foi ativado quando o caldo que envolve as fatias ficar mais grosso e brilhante.
Espalhe o recheio em um prato grande ou assadeira, para esfriar mais rápido.
Deixe esfriar completamente antes de usar.

Na hora de montar:
Você pode dar o formato que preferir às suas tortinhas: dessa vez eu escolhi cortar círculos de massa de 13cm de diâmetro e formar meias-luas com eles. Não gosto de tortinhas menores que isso porque o equilíbrio entre recheio e massa se perde.

Sobre uma superfície limpa, lisa e enfarinhada, coloque a massa gelada. Dê umas batidas em toda a superfície da massa com o rolo - isso dá mais maleabilidade à massa gelada e facilita na hora de abrir.
Polvilhe um pouquinho de farinha sobre a massa e abra com o rolo, com cuidado, até conseguir uma espessura de meio centímetro. 
Com um cortador de biscoitos de 13cm de diâmetro ou usando a boca de uma tigelinha de molde e uma carretilha ou faca afiada, corte os círculos de massa. Abra o que sobrar da massa novamente e corte mais círculos. Eu consegui 10 discos com essa quantidade de massa.
Coloque umas duas colheres de sopa do recheio totalmente frio no centro de um disco de massa. Pincele as bordas todas com a mistura de claras e dobre ao mio como um pastel, apertando nas bordas para fechar bem, formando uma meia-lua. Pressione toda a borda com as pontas de um garfo, para dar acabamento. Coloque a tortinha em uma assadeira grande, forrada de papel manteiga, e faça dois ou três cortes com a faca afiada sobre a tortinha, para o vapor escapar.
Faça o mesmo com todos os discos de massa. 
Leve a assadeira com as tortinhas para o freezer por uns 15 minutos [o suficiente para que a massa endureça], enquanto preaquece o forno.

Preaqueça o forno a 220 graus.
Retire a assadeira com as tortinhas do freezer, pincele as tortas rapidamente com a mistura de gemas e polvilhe com o açúcar cristal ou demerara.
Asse as tortinhas por 25 minutos até que fiquem bem douradas. Caso seu forno tenha grill/ dourador, ligue nos últimos 5 minutos de tempo de forno.
Deixe as tortinhas esfriarem por 10 minutos ainda na assadeira, então retire-as com cuidado e deixe esfriar sobre uma gradinha. Sirva as tortinhas quentes, mornas ou frias.

Prepare o glacé:
Em uma tigelinha coloque o açucar e adicione o suco de limão aos poucos, misturando bem até conseguir uma mistura lisa, brilhante, grossa, mas líquida o suficiente para conseguir escorrer em fio de um garfo.
Molhe o garfo no glacé e escorra fios sobre as tortinhas ainda mornas. Deixe secar.

Comentários

  1. richie, suas receitas são tudo ! continue dando chances aos pêssegos :) ! uma curiosidade, posso substituir a gordura vegetal por manteiga?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou continuar! rsrs Pode trocar sim, mas não recomendo ;)

      Excluir
  2. Muito convidativas estas suas Tortinhas de Pêssego, tão estaladiças e aromáticas. Felicidades no seu trabalho.Bombom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, mto obrigado! Felicidades p vc tb! :)

      Excluir
  3. Já falei que venho pelas fotos lindas e pelo texto que antecede a receita, já que só ensaio e nunca cozinho nada. Senti falta das postagens. ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownn prometo me policiar pra postar mais! rs ;)

      Excluir
  4. Richie, ah vou virar freguesa e visitar a receita dos pesseguinhos tão lindos e tão abandonados, tadinhos! Adoro pêssego e fico procurando receitas para fazer na temporada. Aqui no Rio ainda vai demorar um pouco para chegar pêssegos decentes, mas eu espero, tenho uma massa folheada pronta esperando um bom recheio. Adorei as fotos, lindas e apetitosas como sempre! Um beijo. Claudia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. os pêssegos são injustiçados aqui rsrs. Mto obrigado, Cláudia, bjo!

      Excluir

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós ;P