segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Monkey Bread de Maple e Canela


Olás, tudo bem?
Gente, não faz quinze minutos que tirei meu primeiro Monkey Bread do forno, desenformei e provei [ainda morninho, como deve ser servido], e juro, a minha vontade é de sair de porta em porta distribuindo pedacinhos entre as pessoas numa tentativa de mostrar para o mundo o quanto isso é bom! Sério, estou tão extasiado ainda que já pensei até em quantas pessoas [inclusive minha mãe-confeiteira] vou surpreender com essa receita. Imagina uma rosca incrivelmente macia, delicada mesmo, com a casquinha encharcada de caramelo e canela da qual você simplesmente arranca uma bolinha e se delicia [uma faca machucaria essa massa tão fofa!]. De verdade? É impossível ficar na primeira bolinha.
Meu conselho para a paz mundial? Colocar todos os chefes de Estado em volta de um Monkey Bread e deixar cada um ir beliscando um pitaco!

Tentando falar sério agora, o Monkey Bread aparece na década de 50 nos Estados Unidos e é provável que seu nome [Pão de Macaco, em português] venha do fruto de uma árvore africana [pain de siege, do baobá] cuja polpa é dividida em 'gomos' irregulares, como o pão. 
A receita original consiste em bolinhas de massa de rosca passadas na manteiga derretida, açúcar e canela, e assadas todas juntas em uma fôrma de bolo. Aproveitando de uma garrafa recém-chegada de Maple Syrup [xarope de bordo - aquele xarope que os americanos colocam nas panquecas do café da manhã] que veio da Bless Importados, reguei as bolinhas de massa antes de crescerem com o xarope e ainda fiz uma coberturazinha de açúcar e maple, daquelas que formam uma casquinha branca, por cima da rosca pronta. 
Nem preciso falar o quanto gostei, né?
Espero que vocês também gostem :) 




Monkey Bread de Maple e Canela
[receita adaptada daqui e daqui]

Ingredientes para a massa:
50g de manteiga sem sal derretida;
1 xícara de leite morno;
1/3 da xícara de água morna;
1/4 de xícara de açúcar refinado;
1 pacotinho [de 10g] de fermento biológico seco;
3 e 1/4 xícaras de farinha de trigo;
2 colheres de chá de sal.

Manteiga para untar e farinha para a superfície de trabalho.

Ingredientes para montagem:
1 xícara de açúcar mascavo claro;
3 colheres de chá de canela em pó;
100g de manteiga derretida fria;
1/3 de xícara de maple syrup [xarope de bordo, o meu veio daqui].

Para a cobertura [opcional]:
3/4 de xícara de açúcar impalpável;
2 ou 3 colheres de sopa de maple syrup [xarope de bordo].

Prepare a massa:
Unte com manteiga uma fôrma grande de bolo com buraco no meio.
Amorne o leite e a água [teste a temperatura: você precisa conseguir manter a ponta do dedo dentro da mistura por pelo menos 10 segundos sem se queimar]. Junte a manteiga derretida, o açúcar e o fermento e misture bem. 
Na tigela da batedeira misture a farinha e o sal. Em velocidade baixa, e usando o gancho para massas pesadas, vá adicionando devagar a mistura de líquidos à farinha. Depois de incorporar todo o líquido, aumente a velocidade para média e deixe bater por 8 ou 10 minutos, até conseguir uma massa lisa e brilhante [eu, preguiçoso que sou, usei a batedeira, mas você pode fazer a mistura com uma colher de pau e depois trabalhar a massa com as mãos, amassando sobre uma superfície enfarinhada, caso não tenha uma batedeira para massas pesadas]. 
Unte uma tigela com manteiga, forme uma bola com a massa, coloque dentro da tigela e cubra com plástico filme. Coloque a tigela em um local quente e abafado [eu sempre coloco dentro do forno desligado] e deixe crescer por 50 ou 60 minutos, até dobrar de volume.

Enquanto isso, prepare a cobertura de açúcar e manteiga: Misture o açúcar mascavo com a canela em um prato e reserve. Em uma tigelinha, coloque a manteiga derretida. Reserve também.

É hora de dar forma ao pão: 
Retire com cuidado a massa da tigela e passe para uma superfície enfarinhada. Abra a massa, apertando com as palmas das mãos, em um quadrado de mais ou menos 20cm de lado, e corte, com uma faca afiada, em quadradinhos de 3cm por 3cm [eu consegui quase 40 quaradinhos].
Enrolando com as mãos, faça bolinhas com todos os quadradinhos. Passe, uma por vez, cada bolinha na manteiga derretida e depois na mistura e açúcar mascavo e canela, e vá distribuindo e empilhando de maneira uniforme dentro da fôrma. 
Cubra a fôrma com um pano de prato grosso, seco e limpo, e deixe em local abafado por mais 1 hora, até as bolinhas crescerem e passarem da altura da borda. Regue a massa com o xarope de maple.
Em forno preaquecido a 180 graus, leve o pão para assar por 35 minutos, até que a superfície fique marrom escura e o caramelo comece a borbulhar nas beiradas.
Retire do forno, deixe esfriar na fôrma por 5 minutos e então vire-a, com cuidado, sobre um prato de servir [não demore para desenformar o pão, caso contrário o caramelo endurece, prendendo a massa na fôrma].

Para a cobertura: 
Em uma tigelinha misture bem, com um garfo, o açúcar impalpável e as colheradas de xarope de maple, até conseguir uma consistência homogênea, mas ainda grossa. Derrame a calda sobre o pão. 
Sirva ainda morno.

62 comentários:

  1. Adorei a receita! Acho que vou tentar fazer no próximo final de semana!

    Ah, aliás, Richie, esse xarope de bordo vende aqui em São Carlos! Tem no Dotto (que é um horror de caro!), mas abriu um lugar novo, a Casa Deliza.

    Custa um preço mais aceitável. Comprei mês passado para fazer panquecas *__*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Imyra, faça sim, e me conta se aí td fez sucesso!

      Me falaram dessa nova loja, mas estou esperando o começo de mês pra visitar.. sabe como é ,né? hahaha

      Muito obrigado, abraço!

      Excluir
  2. hummm tenho maple em casa no final de semana farei, pois isso esta com uma cara deliciosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu final de semana vai ficar perfumado de canela! Faça sim, e conta se gostou, tá? Abraço!

      Excluir
  3. Meu Deus Richie! Você está perdendo tempo! Porque não abriu uma confeitaria? Escreveu um livro? eheheheh
    Brincadeiras a parte, mais uma vez arrasou!!
    Será minha receita para o fim de semana!
    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh nao me pressiona, Simone! hahahaha

      Mas da idéia do livro eu gosto! ;)

      Muito obrigado e espero que todos aprovem por aí também!

      bjo e boa semana

      Excluir
  4. Acho que farei ainda hoje - a cara está deliciosa! Vou substituir o maple syrup, que eu não gosto, por Karo e depois te conto se ficou bom. Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aee, Erika! Conta sim!

      Você pode não colocar nada no lugar do maple, sem problemas, viu?

      bjo e obrigado!

      Excluir
  5. HUMMMMMM, fiquei babando pra experimentar.
    Mapple Sirup é uma dessas coisas que a gente ouve muito falar mas honestamente, por aqui são poucos que já experimentaram.
    Conhecia uma versão mais tupiniquim dessa maravilha, basicamente a rosca doce em bolinhas, cobertas de manteiga, açúcar e canela, assadas na forma... mas recheadas com um dadinho de goiabada, bolinha por bolinha.... Divino.
    Quanto à paz mundial, naquele seu cenário, os líderes e o monkey bread... se eles acharem que o pão vai acabar, sai guerra pelas últimas bolinhas! kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcelo!
      Não faz muito tempo que provei do maple syrup, tb! Gostei bastante - pra mim o sabor lembra o daquelas geléias de mocotó Colombo, de copo, que existia quando eu era criança.
      Da próxima vez vou tentar com a goiabada.. ou com um naco de chocolate!

      E vc tem razão, depois que acabasse o pão a guerra ia ficar ainda pior! rsrs

      Abraço e obrigado!

      Excluir
  6. Ai que delícia, Richie!!! Cadê um pedaço pra mim, quero experimentar! Deve estar magnífico! Sabe que eu faço uma receita parecida, conheço por pão-construção, só que recheio as bolinhas com goiabada e não tem o maple...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dany, tava muioto gostoso mesmo! E adorei a idéia da goiabada, quando eu tiver uma boa aqui, daquelas bem escuras, vou tentar!
      Aliás, minha mãe fazia uma coisa parecida, só que com massa salgada e pedacinhos de linguiça no meio das bolinhas. Era incrível tb!

      Abraço e obrigado!

      Excluir
  7. Oi Richie!

    Para variar mais uma delícia! Parabéns teu pão ficou lindo!
    O que posso usar no lugar do Maple? Posso substituir por Karo ou é melhor deixar sem nada? Obrigada
    Nara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nara, que bom q vc tb gostou! Mto obrigado!

      Você pode omitir o maple sem problemas, na receita.. a tradicional não leva.

      Abraço e obrigado!

      Excluir
  8. eu adorei mas posso substituir por mel o Maple? bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode substituir ou mesmo não colocar nada, Gleici! Fico feliz que tenha gostado, abraço e obrigado!

      Excluir
    2. Obrigada pro responder mas quero que fique molhadinho como o seu. bjinhos e amo suas receitas!

      Excluir
  9. Vc bem que podia organizar umas aulinhas de culinária particulares ou em grupos pequenos, me candidato na hora, oh my!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gábs, só preciso de público! Adoraria dar umas aulinhas! :D

      Bjo amore!

      Excluir
  10. Maravilhoso pão...ficaria deliciada em ser sua vizinha e provar um naco!Mais uma vez parabéns!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Cristina! Sabe que estou precisando de vizinhos simpáticos e comilões pra espalhar as receitas? Assim evito o sério risco de comer tudo sozinho..rsrs

      obrigado e abraço!

      Excluir
  11. Meu Deus!! Só a descrição dá vontade de sair correndo a comprar os ingredientes e pôr o mais rápido possível no forno! As fotos ainda dão mais força a essa vontade!!! Adoro, deve ter ficado uma delícia!
    Beijinhos e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nizz, ótimos motivos pra você fazer em casa, que tal?

      Bjo e mto obrigado!

      Excluir
  12. :D :D :D minhas papilas entenderam direitinho a sua descrição :D

    ResponderExcluir
  13. Meu Deus, mais outra maravilha deste docinho blog. Cada vez me surpreende mais, kiss
    Susana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que ainda consigo surpreender, Tertúlia! :D

      Mto obrigado, bjo

      Excluir
  14. Tentei fazer ontem um, mas desmanchou-se todo!!! Mas vou voltar a repetir!!!!
    Mas deu pra provar! É maravilhoso!!!
    Beijinhos,
    Mena.

    http://asaventurasdeumamama.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mena!
      Ué, desmanchou-se como? As bolinhas se desgrudaram, é isso?
      Se sim, então sinal que estava bem molhadinho, o que é ótimo!
      Que bom que, mesmo assim, você gostou!

      Mto obrigado por testar! bjo

      Excluir
  15. Adorei seu blog,já estou seguindo...As fotos são lindas.Violeta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem-vinda, Violeta! Mto obrigado, e volte sempre :)

      Excluir
  16. Adoro as tuas receitas, tanto que hoje fiz um post lá no meu blog. Falei do teu bolo de chocolate! O melhor bolo de chocolate e o Cozinha Coletiva, que é para mim o meu livro de receitas virtual. Olha lá! http://cleniadaniel.blogspot.pt/2013/03/o-melhor-bolo-de-chocolate-por-cozinha.html

    Beijos Richie!!! Obrigada por todas essas delícias que fazes para nós!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu é que agradeço pela divulgação, Clênia! Muito obrigado, bjo!

      Excluir
  17. Meu Deus que coisa mais linda essa dá até dó de comer...
    Parece ser "Desafiador"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não fiquei com dó não, Isa! hahaha
      E é mais fácil do que parece, viu?

      Mto obrigado

      Excluir
  18. Deu água na boca! Virei fã do teu blog, as receitas são ótimas e as fotos lindas. Parabéns! Sucesso!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem-vinda, Gabriela! Muito obrigado, e espero que se divirta visitando o blog e testando as receitas! :)

      Excluir
  19. Estou sem palavras!!
    Gostei da ideia, de distribuir por todos, fico à espera da minha parte. :D
    Não conhecia, obrigado pela partilha, tenho que experimentar.

    Jota
    http://searchncook.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jota, se vc morasse por aqui ia ser de grande ajuda, na minha política de 'desovar' sobremesas..rsrsrs.

      Que bom que você curtiu, faça aí e me conta depois!

      Abraço e obrigado!

      Excluir
  20. Richie,

    Fiquei sem palavras e a babar literalmente o teclado. Ficou um espetáculo de tão tentador.

    Bjnhos e uma semana deliciosa.

    http://saborescomtempo.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manuela, acredite, o sabor é ainda melhor! Esse deixou saudades, viu?rs

      bjo e mto obrigado!

      Excluir
  21. Se já tinha vontade de o fazer, agora fiquei com mais ainda.
    Esta divino....adorei.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça sim, eu recomendo pra um café da manhã preguiçoso!

      bjo e obrigado!

      Excluir
  22. Muito boa a sua guloseima rapaz! Estou salivando..... Beijinhos doces...

    ResponderExcluir
  23. Nossa querido, que tentação!!!! Hoje fiz minha primeira experiência com cucas, e fiz a da uva preta, menino ficou boa viu!!! E esse seu pão está maravilhoso, vou pegar a receitinha também! Acho que não vai fazer falta o xarope né mesmo? Ainda não vou comprar agora, preciso ver se acho em Sampa.
    Depois vai lá no blog ver a carinha da minha cuca!
    Beijos doces!

    ResponderExcluir
  24. Rapaz, tudo bom? Tive a ousadia de fazer esta receita, apenas substituindo o maple syrup por suco de laranja (problemas com a cintura...)

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  26. Huummm! Que bom aspecto!

    http://madamexicaras.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  27. Cheguei aqui por um link do facebook e posso dizer que foi uma agradavel surpresa. Adorei e identifiquei-me com as suas doces receitas.Vou fazer o monkey bread :)

    ResponderExcluir
  28. Pois cá por casa fez-se a receita e adoramos! Aqui fica a partilha! http://umapedradesal.blogspot.pt/2013/03/um-folar-diferente.html

    ResponderExcluir
  29. Já fiz 2 vezes essa receita, é maravilhosa, dá super certo e fica indescritivelmente boa e linda!

    ResponderExcluir
  30. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  31. Casa comigo? hehehe
    Brincadeiras a parte.. To pensando em substituir o Maple por Nata, que tu achas? Será que consegue o molhadinho do Maple?

    ResponderExcluir
  32. Fiquei surpreendida com este pão doce.Não conhecia....
    Vou levar a receita.
    Uma abraço

    ResponderExcluir
  33. Oi Richie! Adoro suas receitas e tem meses que estou namorando esse pão. Ontem resolvi fazer mesmo sem o maple, pois não encontro perto de casa. E ficou maravilhoso!!!! A parte chata é só amassar, pois não tenho batedeira...Fiquei com uma dúvida: o finalzinho do sabor ficou um amrguinho na boca, será que é por causa do açúcar refinado ou não deixei a massa crescer o suficiente? Bjs

    ResponderExcluir
  34. Olá!
    Fiz o Monkey Bread, ficou SUPER DELÍCIA!! Estava em casa numa tarde de chuva, então não sai a procura do maple, mas substitui por melado que tinha em casa, foi uma boa opção. Em POA - RS, na Cia Zaffari o maple custa 49,00.

    ResponderExcluir
  35. Minhanossasinhora Richie! Olha, com esse calor eu não ando ligando o forno nem que me pague...mas essa receita me deixou tao empolgada que vou abrir uma exceção no fim de semana!!! Obrigada pela maravilhosa sugestão!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós ;P