sábado, 5 de junho de 2010

Meu primeiro Pão Caseiro




































"O homem começou a assar pães pelo menos 6000 anos antes de Cristo nascer, na chamada Nova Idade da Pedra. Eram justamente pedras os objetos usados para esmagar as sementes, produzindo uma farinha crua que, misturada com água, se transformava em massa. (...)
Os egípcios foram os primeiros a assar pães com textura fina. Eles se tornaram especialistas em cultivar o trigo, que vendiam aos gregos - estes, com o tempo, se transformaram nos mestres padeiros do seu tempo.(...)
No ano 100 a.C. havia 258 padeiros em Roma. De lá pra cá o pão conquistou o mundo e os métodos de fabricação se sofisticaram, até a automação e a produção em massa do século XX.
Passado tanto tempo, o cheiro de pão quentinho ainda dá ao ambiente uma sensação de aconchego, de reunião, de família.
(...)
Antes de começar a preparar a receita, verifique os ingredientes e utensílios - uma forma pequena demais pode estragar todo o trabalho.
Por fim,só faça pão no dia em que estiver realmente com disposição. Pão não comporta falta de calma.
Depois de aprender as operações, o processo é simples. E há sempre alguma coisa inerente que nos satisfaz, no ato de assar um pão - alguma coisa, provavelmente, relacionada aos 8000 anos de tradição que ele trás consigo."
Bettina, chef da Cozinha de Cláudia


Achei esse texto em uma revista antiga e tive que postá-lo. Ontem eu fiz meu primeiro pão em casa, e não há nada tão mágico quanto o ritual de se misturar os ingredientes, amassar com farinha, até sentir a massa lisa, quem antes grudava toda na pedra, se soltar e ser moldável. Depois a massa é coberta, com carinho, e no espaço mais quentinho da cozinha é deixada pra crescer. Uma bolinha de massa no fundo de um copo d'água de repente sobe e bóia, e a massa que descansava encheu a tigela. Moldar os pães é tradição antiga: estica e enrola, estica e enrola, só usando as mãos, até formar um rolinho apertado. Os rolinhos são acomodados em um tabuleiro grande e, cobertos, descansam outra vez. Em 40 minutos eles dobram de tamanho, gordinhos, prontos para o forno. E no forno ainda crescem um pouco mais, e tomam cor, odourado mais lindo do mundo! A massa aumenta de tamanho mas diminui de peso: os pães saem do forno leves, todo aerados por dentro. Ao desgrudar um do outro você percebe se deu certo: devem rasgar, delicadamente, desprendendo finas camadas de massa leve como algodão. Nisso a casa  toda já cheira a pão quente, a amor e a família.

Segue a receita da minha mãe, e da minha avó, antes dela, e por aí vai. E todo mundo deve conhecer uma ao menos parecida.
Espero que gostem.


Pão Caseiro Básico

Ingredientes:
30 gramas de fermento biológico fresco;
2 xícaras de leite morno [se for quente, mata o fermento, então morno mesmo - experimente na pele a temperatura];
1/2 xícara de óleo;
3 ovos em temperatura ambiente;
1 colher de chá rasa de sal;
1 colher de sopa de açúcar;
1 quilo de farinha de trigo de boa qualidade.

Preparo:
Misture o leite morno, óleo, ovos, açúcar, sal e fermento com um fouet, rapidamente. Você pode bater tudo no liquidificador mesmo, pra facilitar.
Coloque metade da farinha em uma tigela grande, despeje a mistura e vá mexendo com uma colher, adicionando mais farinha. Começe a mexer com as mãos, adicionando farinha aos poucos. Passe para uma pedra enfarinhada, ou mesa, e vá amassando a massa, até que ela fique macia e não grude mais - atenção, ela deve desgrudar não por excesso de farinha, e sim por ser bem amassada - a massa fica com cara de úmida, mas não gruda mais. Você deve amassar, sempre com força, por uns 15, 20 minutos.
Forme uma bola com a massa, retire uma bolinha e reserve. Coloque a massa dentro da tigela grande, cubra com uma toalha dobrada, coloque em uma sacolinha plástica, amarrada, e dentro do forno [desligado], para descansar. A bolinha você coloca em um copo com água fria.
Enquanto isso unte e enfarinhe uma assadeira grande, ou 4 fôrmas de pão de fôrma.
Depois de uns 40 minutos a bolinha, que ficava no fundo do copo, vai subir. Desembrulhe a massa e veja se ela ocupou a tigela toda [dobrou de tamanho]. Se sim, transfira para uma superfície enfarinhada e corte a bola de massa em 4 fatias grossas. Cada fatia será um pão.
Abra uma fatia de cada vez, com as mãos mesmo, até que tenham uns 14cm por 30cm, por aí [as pontas ficaram mais finas, mas é normal]. Enrole o pão: segure a massa por um dos lados menores e com a outra mão puxe o outro lado menor até a primeira mão, enrolando. Desenrole um pouquinho e repita o procedimento, para ficar mais apertado, faça isso umas duas vezes, até vc ver que está com formato de croissant. Faça isso com as 4 fatias de massa.
Coloque os pães na assadeira grande, com a parte da emenda da massa para baixo. Deixe uns 5cm entre os pães. Cubra com a toalha novamente, e deixe descansar por mais 25 minutos, até crescerem outra vez.

Asse em forno preaquecido, 160 graus, por 40 minutos. Se no final os pães ainda estiverem pouco corados, aumente o forno e deixe mais uns 5 minutos ou até pegar cor [os meus não precisaram].

31 comentários:

  1. As fotos deram fome, sinal de que estão ótimas. O pão parece delicioso. Tembém adoro fazer pão, mas ainda não me atrevi com receitas mais audaciosas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro fazer massas, amo essa mágica culinária, com os mesmos ingredientes variando o modo de preparo tem pratos totalmente diferentes.
    Eu considero o pão a maior mágica culinária, to precisando mesmo fazer alguns pães, seu pão me motivou, hoje mesmo compro fermento biológico!!!

    Beijão

    ResponderExcluir
  3. fotos maravilhosas
    e ficou bom mesmo o pao?
    abracos,
    Kalina

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Entendo perfeitamente essa sensação!

    Minha mamis faz pão, há uns 20 anos! (uia tudo isso!!!) E não tem nada mais gostoso do que pegar um pão recém-saído do forno, passar margarina ou requeijão e comer ;)

    Vou voltar para a louça, que me espera. Ai, ai... tô com fome, tá na hora do almoço e eu vou sair ainda. Só irei comer daqui uma hora...

    bjs e seu pão tá lindo!

    ResponderExcluir
  6. Ficaram lindos seus pães...e realmente é um ritual maravilhoso...de um grão de trigo se faz um alimento tão especial...e pão realmente remete a familia...a união.
    Nada como sentar em volta da mesa com as pessoas que ama e saborear um pão ainda morno com manteiga. Coisas boas da vida
    Um beijo e parabéns

    ResponderExcluir
  7. Richei, Nunca fiz pão mesmo, e acredito que a execução da receita seja um ritual q exija tempo, paciência e até mesmo concentração..rs.

    A foto ficou linda e seu pão deve estar super saboroso.

    Bjo gde, Dani :)

    ResponderExcluir
  8. Richie, você foi contagiado pelo prazer de elaborar um pão. É para mim o melhor alimento e tão maravilhoso de curtir as diversas etapas, que sua cozinha vai virar uma padaria daqui pra frente!
    Deu pra perceber como adoro pão caseiro, não?
    Suas fotos estão cada vez melhores.
    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  9. Fazer PÃO para mim e um castigo nunca dão certo!!!
    Quem sabe este!!!

    ResponderExcluir
  10. Delicioso el pan!
    A mi también me gusta hacer pan bastante y éste te quedó muy bien.
    Hacer pan es todo un vicio!
    Buena receta y excelente presentación.
    Saludos.

    ResponderExcluir
  11. Coisa boa um pão caseiro.

    Adoro e de vezes quando faço, porém como muiiito mais do que o normal...abração,chica

    ResponderExcluir
  12. Gostei muito da receita. Eu sempre quis fazer pão em casa. Sempre fica melhor que o da padaria. Eu sei disso pq a minha avó fazia. rs
    Parabéns pelo seu don na culinária e dedicação.
    Agora vou tomar um café com pão que deu fome. rss
    Bjs! Lu

    ResponderExcluir
  13. Nhmuy! Que vontade!

    Estou imaginando esse pão quentinho com um naco de manteiga, daquelas de latinha mesmo...

    Não sei se você gosta, mas se sim, sugiro que a próxima experência panificadora seja fazer pão caseiro recheado (queijo, salame, presunto ou peito de peru, azeitona... claro que não tudo junto, mas aí depende do seu paladar).

    Minha vó fazia e era delícioso, hoje ela não faz porque o braço já pediu descanso.

    Até me empolgou essa receita, acho que vou fazer qualquer dia...

    Ah! Que farinha você usa?

    Bjs =*


    Ps: Acho que é a primeira vez que comento aqui, né. rs

    ResponderExcluir
  14. Richie!
    As fotos dos pães estão saborosas.
    Acho que vou me mudar para perto de você para assim experimentar todas as delícias que publica por aqui!!!rss
    Beijo gostoso
    Astrid Annabelle

    ResponderExcluir
  15. Ficou lindo seu pão! Parabéns! Essa arte não é para qualquer pessoa. Acredito que a receita seja a mesma da minha mãe que também era da minha avó. E até hoje é o pão nosso de cada dia hehehehe.
    Nunca me arrisquei a fazê-lo, quem sabe um dia eu tomo coragem.

    E é verdade, o cheiro de pão tem cheiro de família, reunião, hummmm...delícia!

    Um beijo,
    Bruna.

    ResponderExcluir
  16. RICHIE!!!! VOCÊ FEZ O PÃO DA MINHA AVÓ!

    (assim, gritado mesmo, de tanta surpresa).
    ela cilindrava o dela, mas o modelinho do pão é O MESMO!

    caramba, que emoção!
    vou levar a receita pro meu pai ver.

    =*****************

    ResponderExcluir
  17. Richie,
    As fotos estão arrasadoras, parabéns. E, pelo jeito, o 'Sr' tem o dom dos padeiros, rsrs. Eu também adoro fazer pães, para mim é um tipo de terapia, por isso não quero ter uma MFP.
    Beijinho, boa noite e bom domingo

    ResponderExcluir
  18. Richie eu adoro fazer pães. É uma terapia deliciosa e como vc disse, a gente tem queter paciência.
    Nunca ninguém me ensinou, eu vou me atrevendo. Com boa vontade tudo é possível.
    O seu ficou muito bonito e apetitoso!
    Bjs :)

    ResponderExcluir
  19. Fotos maravilhosas e tenho certeza que este pãozim fofim cheirosim ficou uma coisa!!!!
    bjos,
    si

    ResponderExcluir
  20. Richie, esse é um caminho sem volta.
    Pão caseiro é tudo de bom!
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Queria comer esse pão e fotografar assim :)

    ResponderExcluir
  22. Adorei! Foto, texto... e pelo jeito o pão está uma delícia!
    BJS, Dani

    ResponderExcluir
  23. Richie, que pão mais lindo criatura! Muito mais bonito do que o meu primeiro pãzinho, hehehe, que ficou mais branco do que qualquer coisa! Vou mesmo é anotar sua receita!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Eu adoro fazer pães e massas em casa, nãosei bem o que significa mas é bom mesmo já testei várias receitas e todas muito boas, e já me animei para fazer a sua, muito bem fotografada por sinal, eu sempre falo o quesito fotografia é importante prá se ver o resultado!!! muito bom, bjs
    Maura

    ResponderExcluir
  25. Richie,
    Essa receita de pão, também é muito parecida com o que a minha mãe fazia....que saudades!!!
    eu já arrisquei uma vez, e fiz, só que errei no tempo de forno ou não deixei ele descansar tempo suficiente, resultado, ele ficou cru por dentro.
    Depois disso, nunca mais arrisquei....
    mas vou tentar me inspirar na sua primeira vez.
    beijos

    ResponderExcluir
  26. Oi Richie, eu fiz ontem seu pão caseiro, ficou muito bom, mas como sou atrapalhada não entendi o como vc fez o formato, aquele puxa prá lá eu não entendi, mas de rsto foi tudo bem, bjs
    Maura

    ResponderExcluir
  27. Oi Richie.
    Eu sempre babo pelas fotos que vc tira, e claro pelas obras de arte tb. Mas nossa, os ângulos, o zoom ficam demais.
    Eu, como vc, tb amo fazer pão. Realmente, é impressionante sabe que há muitos anos a panificação já acontecia. O seu relato transportou-me rapidamente aquela época. Adoro!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  28. Olá,Richie!
    Conheci seu blog ao acaso,mas adorei,tem fotos lindas as receitas ainda melhor.
    Este pão ficou divino.Se quiser passar por meu blog...adorarei a visita.http://saboresdearomas.blogspot.com

    Bjinhos e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  29. Achei muito interessante seu blog...gostei.Já estou te seguindo!
    Seja bem vindo ao meu:
    http://myblogsaborear.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  30. Vi seu blog por meio do blog da Glorina e como adoro fazer coisas gostosas e diferentes me apaixonei.
    Tenho uma máquina de fazer pães, porém nunca consegui fazer nenhum que desse certo. Vou fazer o seu e está tão didatidcamente escrito que acho que vou acertar.
    Obrigada
    Lecymar = lecymarcavalcante@hotmail.com

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós ;P