segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Galette de Pêssegos e Mirtilos, com massa de fubá



Olá, tudo bem?
A cidade dos meus pais tem pouco mais de vinte e cinco mil habitantes, perdida nos mares de cana de açúcar da região de Ribeirão Preto. Aqui o comércio não abre aos sábados, poucas lojas aceitam cartão e só recentemente colocaram dois ou três semáforos nas ruas. Ainda assim, em um certo mercadinho pequeno, de bairro, é possível encontrar, toda sexta-feira, caixinhas de mirtilos frescos, amoras, physalis e aqueles morangões selecionados surpreendentemente vermelhos e doces.
O curioso disso é que em São Carlos, cidade próxima e umas 10 vezes maior, mirtilos frescos são super raros [até mesmo os congelados são raros] e quando aparecem, custam o dobro do preço dos daqui.
A explicação certa para essa fartura de frutinhas raras aqui no meio do nada eu não sei. Só sei que para mim é uma alegria! E enquanto congelo caixinhas de mirtilo por precaução, escolho as mais doces para colocar nas panquecas de café da manhã de sábado, ou preparar alguma receitinha fácil e deliciosa, como essa de hoje.
A torta rústica que fiz nesse final de semana segue a combinação clássica de pêssegos com 'berries' [as chamadas frutas vermelhas], acrescida de uma massa doce, daquelas que esfarelam na boca, que leva fubá! Inusitado, mas delicioso! E combina muito bem com o azedinho dos mirtilos assados!
Espero que vocês gostem :)



Galette de Pêssegos e Mirtilos com massa de Fubá
[receita da massa retirada daqui, e do recheio daqui]

Ingredientes da massa:
100g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente;
1/2 xícara de açúcar refinado;
3 colheres de sopa de leite;
1/2 colher de chá de extrato de baunilha;
1/3 de xícara de fubá;
1 xícara de farinha de trigo;
1 pitada de sal.

Para o recheio:
3 pêssegos grandes,maduros mais ainda firmes;
3/4 de xícara de mirtilos frescos;
2 colheres de sopa de açúcar refinado;
1 colher de sopa de farinha de trigo;
1 pitada de sal;
3 colheres de sopa de suco de limão.

Pra a montagem:
2 colheres de sopa de geléia de damasco misturadas com uma colher de sopa de água, para caramelizar o recheio [acho que pode ser opcional];
1 gema batida com 2 colheres de sopa de água, para pincelar;
Açúcar de confeiteiro para polvilhar.

Prepare a massa:
Na batedeira ou processador, bata a manteiga com o açúcar até formar um creme homogêneo. Junte o leite e o extrato de baunilha e bata para incorporar.
Em uma tigelinha misture fubá, farinha e sal. Adicione essa mistura à batedeira [ou processador] e bata até conseguir formar uma bola de massa.
Achate essa bola de massa, envolva em filme plástico e leve á geladeira por uma hora, ou de um dia pra o outro.

Prepare o recheio:
Lave bem os pêssegos e seque-os. Corte cada pêssego ao meio, retire o caroço e corte cada metade em 8 fatias.
Em uma tigela coloque as fatias de pêssego e junte o açúcar, a farinha, o sal e o suco de limão. Misture para envolver todas as fatias. Reserve.

Montagem:
Ligue o forno a 180 graus.
Sobre uma folha de papel manteiga, coloque a massa da torta gelada. Polvilhe levemente com farinha e abra com um rolo, tomando cuidado, até conseguir um retângulo de mais ou menos 35x24cm. Corte as beiradas para dar acabamento.
Distribua as fatias de pêssego em duas fileiras, no meio da massa, deixando uma borda em toda a volta. Espalhe os mirtilos sobre as fatias de pêssego.
Dobre as bordas sobre o recheio, com cuidado, fechando todas as laterais. Passe a torta, com o papel manteiga, para o fundo de uma fôrma retangular invertida.
Leve para a geladeira por 10 minutos, para firmar a massa.
Retire a fôrma da geladeira, pincele as bordas com a gema batida e polvilhe com açúcar.
Leve ao forno por 30 minutos,até que a massa doure e o recheio borbulhe.
Retire a torta do forno, pincele todo o recheio com a geléia de damasco e volte ao forno por mais 5 minutos, para caramelizar.
Deixe esfriar um pouco antes de servir.


10 comentários:

  1. Oi Richie, essas suas fotos estão um primor de lindas, tu tá ficando bom nisso hem ?? Adoro doces que levam frutas frescas, ainda mais essas que vc usou...me ganhou de novo rsrs!! beijãoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Katia, que bom que gostou! Sabe que comprei um livro de fotografia de alimentos que me botou numa crise fotográfica total?rs Mas estou me esforçando pra postar mesmo assim.rsrs

      Bjo e mto obrigado!

      Excluir
    2. Até parece que suas fotos ficam a desejar...deprê fico eu quando comparo as minhas com as suas hahaha!!

      Excluir
  2. Imagino sua alegria em ter por perto opções de frutas com qualidade e sabor...ainda bem que de certa forma podemos nos alegrar tbm com suas postagens e receitas maravilhosas! Linda e tentadora galette!
    ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mto bom saber que os posts deixam os leitores felizes, Cristina, mto obrigado, adorei! :)

      Excluir
  3. Respostas
    1. Esses estavam enormes, e bem azedinhos! Mto obrigado! :)

      Excluir
  4. Além de super apelativa a vista ( está realmente muito bonita), essa massa de fubá deixou-me curiosa!! Até agora sempre usei fubá para fazer com moamba, aquela massa pastosa. Já me aconteceu enfiar o resto no lixo por passar o prazo! Gostei imenso desta sugestão! Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natacha, tudo bem? Eu nao conheço moamba, mas uso bastante fubá: no bolo, na broa, pra engrossar sopa. Na massa de torta eu nunca tinha usado mas vou começar a usar mais daqui para frente, achei bem gostoso!

      Bjo e muito obrigado!

      Excluir
  5. Olá Richie. Estou realmente maravilhada com o seu blog e com a qualidade das suas receitas. Adoro massas feitas com fubá e esta está com uma aparência extremamente delicada.
    Vou adicioná-lo no meu blogrool pois seu trabalho é realmente maravilhoso.
    Parabéns!

    www.entreamigosepanelas.blogspot.com

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós ;P