segunda-feira, 12 de abril de 2010

Postagem Azul: Carvão de Açúcar

Olás pessoas!
Continuando a blogagem coletiva Colorindo a Vida, o tema desta segunda feira é o azul. Ora, o Cozinha Coletiva é um foodblog, então desde o início da idéia da Glorinha eu tinha pensado em fazer receitas com as cores-tema. Dessa vez o negócio complicou, porque comida azul não tem, né? Aliás, não dá muita vontade de comer seja lá o que for azul, né? Então resolvi exagerar: já que tem que ser azul, vai ser azul e muuuito estranho! E resolvi tentar esse doce, mais como curiosidade do que como indicação de receita.
O Carvão de Açúcar, ou Carbón Dulce, é um presente natalino típico na Espanha. A história, segundo a wikipedia, é a seguinte: Carbonilla era um dos pajens dos Reis Magos, responsável por vigiar o comportamento das crianças o ano todo. Se fossem boazinhas, os Reis deixavam um presente no dia 6 de janeiro [dia de reis]. Se não, o Carbonilla deixava um toco de carvão.
Com o tempo a personagem Carbonilla desaparece, e os Reis são substituidos por Papai Noel, mas a essência se mantém: Criança mal-comportada não ganha presente, ganha carvão. Carvão de açúcar, porque ninguém é tão mal assim, né? ; )
Quando criado, o carvão de açúcar era tingido com fumo. Claro que isso foi trocado por corante, com o tempo.
A receita original leva apenas corante alimentício negro. Como o post de hoje é Azul, coloquei também corante azul aniz, então meus carvõezinhos ficaram parecendo pedras lunares.
Segue a receita, retirada e levemente adaptada daqui:

Carvão de Açúcar [fiz meia receita 2 vezes, só acertei o ponto na segunda vez]

Glacé Real: misture 1 clara, 5 gotas de suco de limão e 200g de açúcar impalpável, até que passando uma colher pela mistura, essa deixe o caminho marcado. Se precisar, vá adicionando mais açúcar. Eu adicionei mais umas 3 colheres. Coloque o corante na cor e na quantidade desejada... mas não exagera.

Ingredientes:
70g de glacé real;
Corante alimentício negro o quanto bastar [usei negro e azul aniz, em gel];
700g de açúcar;
230g de água.

Preparo:
Cubra uma fôrma pequena com papel manteiga bem untado.
Misture o açúcar e a água em uma panela grande. O volume da mistura deve ser menos da metade da panela. Leve ao fogo, e deixe ferver até o ponto de bala dura: pingando um pouco da calda num potinho com água, você deve conseguir moldar uma bolinha resistente com ela. Se tiver termômetro culinário, ele deverá marcar 128 graus.
Apague o fogo, e adicione a glacé real. Mexa com movimentos circulares até que suba uma espuma branca. Continue mexendo até a espuma subir outra vez, então derrame RAPIDAMENTE sobre a fôrma [se não for rápido, a calda começa a endurecer e perde a porosidade.
Deixe esfriar e quebre os pedaços.

Então, o gosto é de açúcar... O legal da receita é a história e a tradição que ela traz, mas o gosto não tem nada de mais, não.
Bom, fica essa curiosidade gastronômica como postagem azul, espero que gostem! :D


41 comentários:

  1. E viva a criatividade!!!
    Amei, adoro essas coisas diferentes, exóticas ....
    Parabéns,
    Françoise

    ResponderExcluir
  2. Eu ia adorar ganhar uns carvões lunares!
    Ia colocar no leite!

    bj

    ResponderExcluir
  3. Gabi, vou mandar pra vc!kkk
    Tá aqui não sei o que fazer com eles!rsrs Se fosse natal, pelo menos..rs

    ResponderExcluir
  4. Assim compensa um pouco de travessuras!....
    Babette

    ResponderExcluir
  5. Richieeeeee!!!! Vai ser criativo assim....na facul de gastronomia!!!!!!!
    Vc não pode perder esse dom garoto! Fiquei curiosa pra ver o que o pessoal dos blogs de culinária ia fazer com azul...sei que é difícil pra caramba, pois não tem comida azul....Adorei seus carvõezinhos azuis...Já vi, pedrinhas de açúcar coloridas pra colocar no café, em formatinhos de flor, coração e etc...mas vc juntou história com gastrô...amei garotinho...vc vai longe!!!! Sucesso!
    beijos azuiiiiiissss.....

    ResponderExcluir
  6. Ahá! Gostei, Richie!
    Muito bom mesmo, principalmente porque adoro histórias.
    Quase joguei a toalha dessa vez com a cor azul.
    Quando participei de outro evento do Dia Azul, olhe o que consegui:
    http://nacozinhabrasil-gina.blogspot.com/2009/12/couve-flor-dia-azul.html
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  7. Richie, muito criativa sua postagem azul! Adorei!
    Será que dá pra usar no café ou no chá? Daria um charme especial servir carvões azuis para adoçar o chá...
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  8. Ah people, que bom que vcs gostaram! Achei q ia ser um estranhamento total..kkk.

    Quanto a úsar como torrão de açúcar, eu teria que pesquisar outro corante, pq esse que eu usei deixou o leite azulzinho..kkk
    Daí depende do humor de quem usa, né?
    Eu nunca vi torrão de açúcar colorido.. ele solta cor tb?

    bjos! :D

    ResponderExcluir
  9. Eita moço cheio de idéias esse!
    Meus parabéns pela descoberta e pela postagem!
    Muito muito legal isso, não conhecia...
    E o azul ficou bárbaro, adorei!
    Mas será que vc me fala o que é glacê real?
    Obrigada e parabéns de novo!

    ResponderExcluir
  10. Oi Renata! Que bom q gostou do azul extraterrestre!rs
    O glacé real é uma pasta à base de clara, limão e açúcar, de vários usos: confeitar bolachinhas, cobrir bolos, fazer acabamento em trabalhos de modelagem.´Pode ser comprado pronto ou ser feito em casa, é facinho. A receita tá no começo da postagem.
    Espero ter ajudado!
    bjim

    ResponderExcluir
  11. Ahhhhhhh, ficou lindo este carvão azul! E muito interessante a estória, ahahha, imagina a decepção da criança ao ver que tinha recebido o carvão em vez de um belo presente????

    ResponderExcluir
  12. Richie, ficou bárbaro, quero fazer de várias cores... Os meus meninos vão pirar!!!
    Bj
    Dani

    ResponderExcluir
  13. Oi, Richie, é incrível como você se empenha mesmo para cumprir a proposta para as segundas-feiras. Tô gostando de ver sua disciplina. Obrigada pela história, não fosse pelo seu post, eu jamais saberia dessa curiosidade do carvão azul.
    bjoca e boa semana

    ResponderExcluir
  14. O seu post azul está mesmo muito criativo.

    O seu blogue é excelente.

    Parabéns.

    Abraço azul.

    ResponderExcluir
  15. Nossa q interessante..ta ai uma coisa pra se pensar... doces coloridos...rs

    bjs

    ResponderExcluir
  16. hahaha, que barato Richie!
    adorei seus carvões azuis. também quero um!!! :P
    e eles combinam com seu blog, eeee.

    beijo pra vc.

    ResponderExcluir
  17. Ficou lindo e criatividade até na cozinha,só faz bem!abração,chica

    ResponderExcluir
  18. Richiem adorei a criatividade !!! Minha filha adorou a foto...Vou fazer qlq dia e te conto, se o leite dela ficar azul ela vai adorar e se divertir...hahaha...Bjim azul.

    ResponderExcluir
  19. Original y totalmente fuera de lo normal para mi! será un carbón que me quiero comer jeje, muy original en serio, saludos!

    ResponderExcluir
  20. Realmente ficou muuuito legal...
    E o novo layout do blog também ficou chiquérrimo, adorei. Você devia estudar culinária/gastronomia, você sabe né? :-)

    ResponderExcluir
  21. Que bacana!Adorei!
    A cor ficou lindíssima!
    Bjs,Rozani

    ResponderExcluir
  22. Fiquei sem palavras PARABÉNSSSSSSSSSSSSS!!!!! AMEI...
    BJOOO e uma excelente semana!!

    ResponderExcluir
  23. Parabéns Richie, muito criativa e original sua postagem!
    Bjuss!!!

    ResponderExcluir
  24. richie! nós que adoramos seus comentários e principalmente, a torcida e elogios! :-) Falando em elogios.. estou louca para testar essa receita de capuccino abaixo! (parece deliciosa!) :-) bjs

    ResponderExcluir
  25. Que beleza sua criatividade!
    Adorei conhecer sobre esta história natalina espanhola. Mas, fiquei com pena dos traquinas meninos, pois criança não merece ficar sem presentinhos no natal, né mesmo!
    beijos cariocas azuis

    ResponderExcluir
  26. Nossa!! Quanta criatividade! Saber da história da culinária é também saber cultura! Não tinha conhecimento desta tradição espanhola! No máximo que pensaria em fazer algo azul, seriam balas, até mesmo de coco colorida! Poucas pessoas sabem fazer uma bala de coco gostosa! Ou quem sabe marzipã! Maria-mole! Ai ai!! Esse post me deu vontade de voltar no tempo! :=))) Beijus,

    ResponderExcluir
  27. haha adorei a criatividade e a historia do carvão do papai noel, apesar de achar um tanto triste pra criança né? como é o sabor? meio suspiro?

    ResponderExcluir
  28. É sério que vc cozinha numa república ? Owh!! Que idéia super !
    Fora que é uma riqueza de ver seus pratos !!!
    Acho que a gastronômia está em guerra com a arquitetura !!
    Amei .
    Bjus

    ResponderExcluir
  29. Richie, li seu post, olha olhei meu forno começa com 110 graus e vai de 25 em 25,no video dos macarron's tem uma dica de forno para regula-lo com uma colher, da uma olhada, mas eu acho que se vc fizer com o forno no minimo vai dar certo...eu to apaixonada pelos macarron's vou fazer de todas as cores que achar por aqui... tenho certeza que se vc fizer vai ser um sucesso e vai querer vender na facul...Bjim

    ResponderExcluir
  30. q liiiiiiiiindo!!! Amei! e minhas unhas estao da mesma cor!! Maaaara!

    ResponderExcluir
  31. Richie,eu usei papel manteiga igual vc e untei...acho que grudou por causa da temperatura, vc colocou a assadeira bem em cima ou mais embaixo perto do fogo? Eu coloquei bem em cima,a farinha comprei pronta bem fininha...achei doce na hora sim, por isso fiz ganache de chocolate branco e nao preto...Mas no dia seguinte achei o gosto divino, na hora fica mesmo muito doce ...Mas vai passando as horas parece que o sabor vai melhorando...hahaha,tenat de novo sim...Eu tambèm vou fazer mais esses dias e te conto...Bjim

    ResponderExcluir
  32. RICHIE,
    VIM AGRADECER AS PALAVRAS DE CARINHO FIQUEI FELIZ EM VE-LO POR AQUI NESTE MOMENTO TRISTE!!!
    BJIM

    ResponderExcluir
  33. Que lindo!
    Adorei a historinha e o açúcar azul... Muito mágico.

    ResponderExcluir
  34. Meninas [e alguns meninos], fiquei surpreso com a ‘aceitação’ do carvão de açúcar como uma idéia criativa!!rs Confesso que achei bem estranho, ainda mais aqui em casa, que não tem crianças.. quase distribui pras crianças da vizinhança, igual na lenda..hahaha. A Gi achou falta do que fazer :S
    Como disse a Françoise, é bem exótico mesmo, mas acho que vale pela história que o doce carrega, né Sandra? :P
    Vou mandar uma remessa pra vc dar fim, Gabi..kkk
    Babette, é um castigo bem doce esse, né?
    Ai Glorinha, c sabe que fazer gastronomia é a minha maior tentação, né? Mas primeiro tenho que acabar arquitetura, pra garantir..hehehe.
    Gina, fiquei surpreso-assustado-admirado com a couve-flor roxa que fica azul! Olha, não gosto de couve flor, mas uma azul eu até comia de curiosidade, viu?rs Adorei!
    Fabi, eu acho que dá pra usar sim. Fiz o teste no chá e no leite, adoçou, mas ficaram azulados! É o chá do Chapeleiro Maluco!
    Lu, a decepção só não é maior pq pelo menos esse carvão é doce, né? :D
    Dani, faz mas manera nos corantes, senão suas crianças vão ficar uma de cada cor!hehehe
    Tania, olha, é um prazer pra mim ter esse desafio da cor toda segunda, viu? Mas tenho que admitir, esse azul foi difícil!
    Antonio, mto obrigado pelo elogio! Poxa, fica honrado! Abraço
    Tânia, sabe o que eu pensei? Fazer branco e azul clarinho pra decorar bolo à La Era do Gelo!hehehe
    Queroul, se vc morasse aqui eu ia falar pra vir buscar, viu? Olha, tá sobrando carvão azul aqui em casa..rsrs
    Chica, obrigado pela visita e pelo carinho! Bjo
    Juniaaa, meu carvão azul perde a graça total perde dos teus macarons liiiindos!
    Oscar, com certeza é totalmente fora do normal.rsrs... estranho toda hora q olho pra eles!
    Lu, tenho q confessar q adorei o layout novo tb, viu? Agora tenho q aquetar, né?
    Rozani.. ficou lindo e totalmente artificial, né?kkkk
    Oi Regiane! Que bom q vc gostou :D bjo
    Rachel, obrigado! :D
    Priscila, o trabalho de vcs é pura arte! Qdo c fizer a receita dos bolinhos de capuccino me conta se ficou bom! :D
    Beth, mas os carvõezinhos são só pra enganar mesmo, fica de aviso pras crianças. E é docinho, né? ; )
    Luma, culinária com certeza é cultura! E mto rica, né? Adoro histórias de comidas. Bjo
    Carol, tem gosto de amendoim doce, sabe aquele q faz com açúcar, achocolatado e bicarbonato? Só que desconta o sabor do amendoim..rs
    Poi Zé, Pepa.. moramos em uma república de estudantes, então a cozinha aqui é literalmente coletiva!hehehe. Mas é divertido. Incrível como aqui em casa a cozinha é o local de reunião, de conversas, de encontro entre os moradores!
    Junia, obrigado pelas dicas preciosas do macaroon... to tentando, to insistindo.. uma hora dá certo!hehehe
    Eliana, não tem de que agradecer! Amigo é pra essas coisas, mesmo sendo amigo virtual. Mta força pra vc, e que o tempo passe rápido e cure as feridas. Bjo
    Anny, essas tradições e costumes são mto bonitos, né? Além de traduzirem a cultura de um povo. Bjo!

    ResponderExcluir
  35. Adorei a sua criatividade e a história. Eu ainda não conhecia.
    A foto ficou muito bonita, assim como o tom de azul.
    Eu tentei fazer algo comestível, mas não me sai bem, dai improvisei algo diferente.
    Parabéns pela participação!
    Bjs :)

    ResponderExcluir
  36. haha amendoim doce descontando o amendoim! entendi =p beijos e ve se atualiza que ja to curiosa pra nova receita!!

    ResponderExcluir
  37. Olá, meu nome é Sonia, estou iniciando um blog de receitas, já que adoro cozinhar e gostaria de partilhá-las com você.

    Quando puder me faça uma visitinha!

    http://minhacozinhamagica.blogspot.com

    Beijos!

    ResponderExcluir
  38. Ficou super interessante,rsrsrs. Ficaria ótimo polvilhado nos cupcakes da outra postagem.


    Abraço.

    ResponderExcluir
  39. Oi Richie! Não conhecia seu blog, a Moniquete que me apresentou. Muito Bom! Como as deliciosas receitas que você faz!
    Parabéns!
    Beijos,

    PS: adorei esse carvão de açúcar!

    ResponderExcluir
  40. Parece uma delícia. Como tem receitas interessantes e diferentes neste blog.

    ResponderExcluir
  41. Ela yaaaaaaaaaaa é uma deliciosa teoria

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós ;P